employment_fund_icon

Fundo de Subvenção

Este componente financia uma gama de iniciativas inovadoras, potencialmente replicáveis e com um efeito catalisador sobre habilidade, formação e transição para o emprego.

Foca-se na redução de falta de habilidades de emprego em Moçambique, ligando áreas específicas de supressão da procura da mão-de-obra, catalisando e intermediando as ligações entre os empregadores, especialmente médias empresas e provedores de formação não-públicos, criando emprego e trabalho por conta própria.

Os beneficiários do financiamento receberão formação combinada com o emprego ou serviços complementares para optimizar as perspectivas de emprego. Atenção é dada às mulheres, raparigas e jovens marginalizados com acesso limitado à formação de habilidades e empregos viáveis.

O Fundo de Emprego JOBA (co) financia iniciativas inovadoras de formação de qualidade elevada orientadas para a promoção de novas experiências e melhores práticas a partir de dentro de Moçambique e não só, cobrindo os vários sectores da economia.

O JOBA foca-se nos seguintes sectores que trazem um crescimento das taxas de emprego:

  • Agricultura (Agro-Negócios)
  • Construção
  • Indústria Florestal
  • Indústria & Fabricação
  • Mineração
  • Transporte & Logística

 

Especificamente, o Fundo de Emprego irá:

- Aumentar o volume e a qualidade dos lugares de TVET que conduzem a empregos nos sectores de crescimento económico

- Melhorar a pertinência e a qualidade dos programas de formação

- Alcançar grupos desfavorecidos ou de difícil acesso como os pobres e as raparigas / mulheres

- Medir o sucesso através de resultados de emprego (isto é, estudos de rastreio)

 

Resultados Principais Esperados:

  • 2000 formandos receberam formação técnica, dos quais 25% são mulheres e pelo menos 1.700 são empregados no domínio da formação (85%) ou iniciaram a sua actividade profissional um ano após a conclusão da formação
  • 3000 graduados receberam formação profissional, de segunda oportunidade ou de empreendedorismo e pelo menos 2.100 deles (70%) iniciaram o seu próprio negócio ou estão empregados um ano após a conclusão do treinamento

 

O JOBA financia a formação nas seguintes quatro áreas:

  • Habilidades Técnicas para Operários e Técnicos;
  • Habilidades Profissionais para Pequenas e Médias Empresas (PME’s) rurais e urbanas, através de cursos de curta duração;
  • Habilidades de segunda oportunidade ou habilidades para vida visando ajudar os jovens a recuperar o atraso na sua formação e obter base sólida das regras e práticas do local detrabalho;
  • Habilidades de empreendedorismo para aqueles com interesse e capacidade para criar trabalho por conta própria.

 

Espera-se que os benificiários:

  • Tragam a inovação no mercado de formação, em termos de cursos, conteúdos dos cursos e currículos, a ministração da formação, associando formação às exigências do mercado de trabalho e prestação de apoio e serviços complementares,
  • Ministrem uma formação de qualidade e serviços de apoio ao formando, Sejam inclusivos no recrutamento de formandos e a ministração de formação, com particular atenção para os jovens desfavorecidos,
  • Certifiquem-se de que as habilidades adquiridas são reconhecidas e alinhadas com as qualificações do quadro nacional das qualificações, assim como
  • Assegurar que as competências adquiridas são reconhecidas e alinhadas pelas

Contribuam para a melhoria do subsistema nacional de ETP através de adesão à associação nacional de provedores de ensino técnico profissional não-públicos, partilhando iniciativas de aprendizagem de qualidade.